‹‹ voltar

Estilo Industrial: a união do rústico com o sofisticado.

Não precisa de recuar muito no tempo para voltar à Era Industrial e àquelas que eram as suas características mais vincadas, os tons quentes, as madeiras e “tons tijolo” são algumas das mais conhecidas.

Um dos locais onde o estilo industrial mais se praticou foi em Nova Iorque, algo que serviu de inspiração e que foi repetido um pouco por todo o mundo. É claro que, na altura, nunca se pensou que determinada altura no tempo fosse inspirar uma tendência de decoração de interiores, mas a verdade é que foi precisamente isso que aconteceu e que perdurou até aos dias de hoje.

Tal como na moda, também as tendências de decoração de interiores são cíclicas. As cores que se usavam, os objetos e tipos de mobília que estavam “na moda” há dezenas de anos, voltaram sem nos apercebermos.

O estilo industrial manteve a sua identidade intacta até aos dias de hoje, transmitindo uma aparência que parece inacabada, mas que, na verdade, se completa através de diferentes elementos decorativos.
 

O cimento queimado e o betão

Estes são dois dos materiais mais usados no estilo industrial. Por esta altura, deve estar a pensar na parte exterior de um edifício, mas a verdade é que esta é uma tendência que também se estende ao interior de uma casa, que fica a ganhar com esta forma de decoração tão original.

É, por isso, muito comum ver o cimento queimado ou o betão, aplicado em paredes interiores e até no pavimento. Esta é uma tendência muito utilizada sobretudo numa só parede da divisão, deixando as restantes pintadas em tons complementares.
 
O-cimento-queimado-e-o-betao.jpg
 

O tijolo

Alguma vez pensou em ter uma parede de tijolo na sala? Se essa é uma ideia que já lhe passou pela cabeça, fique a saber que essa é uma das características do estilo industrial.

É claro que não estamos a falar daquele tijolo típico de construção, mas sim de outro mais pequeno, em tons mais quentes. Esta é uma técnica que, quando bem aplicada, fica muito bem integrada com alguns objetos como os candeeiros com a armação em tons escuros.
 
o-tijolo-2.jpg
 

A iluminação

E, por falar em candeeiros, aqui está mais uma característica vincada do estilo industrial: os vários tipos de iluminação usados numa só divisão. Uma das práticas mais comuns desta tendência de decoração é, realmente, a escolha de diferentes fontes de iluminação como são exemplo os candeeiros de mesa, os suspensos e até mesmo os castiçais mais modernos.
 
a-iluminacao-2.jpg
 

Janelas e portas altas

A inclusão de janelas e portas no estilo industrial é pensada ao pormenor, já que só são utilizadas as mais altas e amplas. É importante que este desenho se mantenha e seja respeitado ao máximo, já que ambas são um elemento capaz de alterar por completo a decoração de uma divisão. É preferível que as molduras sejam em aço, ou noutro material mais escuro, e tudo o resto em vidro (até mesmo as portas).
 
portas-e-janelas.jpg
 

Espaços integrados

Uma das principais características do estilo industrial é a integração de espaços, ou seja, a ausência de paredes divisórias de um espaço para outro (da cozinha para a sala, por exemplo). O espaço é rei nesta tendência decorativa e pede que a deslocação seja feita de forma livre e não limite, por isso, qualquer divisão.

A verdade é que, hoje em dia, é muito comum não existir uma divisória entre a cozinha e a sala, outro dos fatores que prova que este estilo voltou para ficar. Em termos de mobília, é ainda de salientar a preferência por materiais escuros, sobretudo de cabedal, que agregam espaços comuns como a sala, onde o sofá é um ótimo exemplo disso mesmo.
 
espacos-integrados-2.jpg
 

Instalações, fios e tubagens expostos 

Pode parecer quase impossível e, até, muito inestético, mas a verdade é que não há nada que melhor identifique o estilo industrial como as instalações de luz e as tubagens de água expostas.

Se isto é algo que gostaria de fazer na sua própria casa, opte por pintar tudo aquilo que ficar exposto de preto. Vai rapidamente perceber o quão original e “fora da caixa” fica a decoração do seu espaço.
 
fios-e-tubagens.jpg
 

Móveis em materiais robustos 

Pense em mobília em materiais como o aço, a madeira maciça ou o ferro já que esses são os principais materiais utilizados na decoração de estilo industrial. Isto não significa que deve optar por uma só “linha” de móveis, isto porque pode, também, optar por peças vintage (como os móveis na imagem abaixo). É a mistura que torna tão singular este estilo.

Seja qual for a característica do estilo industrial que mais gosta, ou que quer replicar na sua casa, certifique-se de que opta sempre por materiais robustos e tons quentes. Dê ainda preferência aos espaços amplos e prefira uma decoração diversificada e original.
 
moveis-em-materiais-robustos.jpg
 

Não quer voltar a perder nenhuma dica de decoração?

Subscreva a nossa Newsletter! Mensalmente terá acesso a conteúdos exclusivos e novidades... Do que está à espera!?

Subscrever Newsletter






































































Receba a nossa newsletter